Eleitor fora de sua cidade tem até hoje para pedir segunda via do título

Está previsto ainda hoje a divulgação, no site do TSE, do primeiro relatório com os recursos recebidos para financiamento de campanha dos candidatos e os gastos feitos.

Faltando 60 dias para eleições veja o que diz o calendário eleitoral

A data de hoje encerra diversos procedimentos eleitorais, incluindo algumas metas que devem ser cumpridos por candidatos, partidos políticos.

Nove famílias da PB se enfrentam na disputa por cargos nestas eleições

Candidato ao governo do estado, o senador Vital do Rêgo Filho (PMDB) é membro de uma tradicional família de políticos de Campina Grande.

Termina hoje prazo para que municípios acabem com lixões

Quem não cumprir a legislação estará submetido às punições previstas na Lei de Crimes Ambientais, que prevê multa de R$ 5 mil a R$ 50 milhões.

Morre a mulher que teve a perna esfacelada durante acidente em Cacimbas - PB

O impacto da batida foi tão forte que o veículo chegou a destruir um banco de mármore no local e por pouco não atingiu outras pessoas que estavam próximas no momento da batida.

26/08/2014

Desterro sedia 1º Sertão Cultural

Desterro - PB: Grande evento cultural acontece neste Sábado, 30 de Agosto, a parir das 16:00 horas em Praça Publica na cidade de Desterro, é o I Sertão Cultural "Semeando a Diversidade".

As várias expressões culturais estarão em palco nesse que vai ser um grande marco para a Cultura Popular de Desterro e Região.

Dentro da programação tem apresentações de Skate, Capoeira, Karatê, Wheeling, Dança de Rua e Shows com várias Bandas e MCs.

Para Carlos Mágno um dos organizadores do evento as expectativas são as melhores, "Queremos reunir o maior numero de jovens possível, em prol de varias causas como: esporte, dança e a música".

Mango ainda informa Policia Militar fará a segurança e uma equipe de Saúde ficará a disposição do evento.


Terão Shows de Rock com as bandas:

Flipp3r (de Desterro-PB)
Coroa Negra (de Itapetim - PE)
S.O.S Figado (de São Jose do Egito - PE)
R4 (de Desterro-PB)
Loud Road (de São Jose do Egito - PE)

Também tem Show de Regue, com:

Mufubo (de Patos - PB)

E não pode faltar o show de Repper, e quem vai soltar a voz são:

NH2C (de Campina Grande - PB)
LOCK MC (de Patos - PB)


Desterro1

Siga o nosso blog no Twitter, tornar-se um fã no Facebook. Fique atualizado via RSS

Eike deixa lista de bilionários do Brasil da Forbes


A roda da fortuna é traiçoeira, e que o diga Eike Batista. Depois de ocupar por cinco anos a poltrona de homem mais rico do Brasil, o empresário nem sequer consta na versão 2014 da lista dos bilionários da Forbes Brasil. A ausência é efeito do derretimento de mais de US$ 29 bilhões – ou R$ 64 bilhões – de seu patrimônio em apenas dois anos. São quase R$ 3 bilhões evaporados por mês desde 2012, quando Eike ganhava holofotes como sétimo homem mais rico do mundo.

Mas se a lista perdeu o empresário brasileiro mais comentado da atualidade, ganhou neste ano outros 20 afortunados com patrimônio na casa do bilhão. Apenas este novo time soma cerca de R$ 35 bilhões de fortuna, cifra idêntica ao PIB da Paraíba. Há também 12 novos nomes decorrentes do desmembramento de fortunas familiares, que apareceram totalizadas na lista do ano passado.

Ao todo, os 150 bilionários da lista 2014 da Forbes Brasil empilham um patrimônio de R$ 643,6 bilhões, equivalente a 13% de tudo o que a economia do Brasil rodopiou no ano passado. Deste total, um terço está concentrado nas mãos e bolsos dos dez primeiros colocados da lista, dominada pelo trio de brasileiros que comandam a gigante cervejeira AB Inbev.

Em sua terceira edição, o levantamento anual realizado pela FORBES Brasil traz empreendedores, herdeiros e famílias que reúnem sob seu nome patrimônio a partir de R$ 1 bilhão, concentrado em empresas, investimentos e imóveis. A apuração segue os critérios da Forbes americana, elencando principalmente as fortunas oriundas de fatias acionárias em companhias de capital aberto – com dados públicos e comprováveis, portanto.

Nos casos de empresas fechadas, o valor é estimado pela comparação com similares negociadas em Bolsa. E há ainda as fortunas resultantes da venda de empresas ou de pedaços acionários, em negócios acima de dez dígitos. Vale ressaltar que a data final de compilação dos valores das ações analisadas foi o dia 15 de julho de 2014.

Embora redundante, vale sempre a ressalva de que muitas das cifras representam valores colhidos por baixo: é bastante possível que vários afortunados tenham, na prática, patrimônio ainda maior, em contas bancárias, obras de arte, imóveis e outras aplicações de acesso privado. Pela mesma falta de acesso a informações desse tipo, podem ter ficado de fora da lista outros prováveis bilionários brasileiros, cuja riqueza é sabidamente abundante, mas não mensurável.

A lista completa está presente na edição de agosto de FORBES Brasil, nas bancas a partir desta sexta-feira (29). Veja a seguir os 30 maiores bilionários do país em 2014:


Msn Brasil

Siga o nosso blog no Twitter, tornar-se um fã no Facebook. Fique atualizado via RSS

Marina supera Aécio em 10 pontos no 1º turno e venceria Dilma no 2º turno, diz Ibope

SÃO PAULO (Reuters) - A primeira pesquisa Ibope com Marina Silva oficialmente na corrida presidencial mostrou a candidata do PSB com 29 por cento das intenções de voto, 10 pontos percentuais à frente de Aécio Neves (PSB), que tem 19 por cento, e próxima da líder Dilma Rousseff (PT), com 34 por cento.

A sondagem, divulgada nesta terça-feira no site do jornal O Estado de S.Paulo, mostra Marina ainda com mais força do que em pesquisa Datafolha da semana passada, quando ela tinha 21 por cento, em empate técnico com Aécio, com 20 por cento, mas bem atrás de Dilma, que tinha 36 por cento.

Em simulação de segundo turno da pesquisa Ibope, Marina venceria Dilma por 45 a 36 por cento. Se o confronto fosse entre a presidente e o tucano, Dilma venceria por 41 a 35 por cento.

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.



Alexandre Caverni/Terra

Siga o nosso blog no Twitter, tornar-se um fã no Facebook. Fique atualizado via RSS

25/08/2014

Passageira diz carregar bomba e causa tumulto no Aeroporto João Suassuna, em Campina

Uma mulher provocou um susto aos funcionários e passageiros do Aeroporto João Suassuna, em Campina Grande, no último sábado (23), após afirmar que estava carregando uma bomba dentro de sua bagagem. Ela foi impedida de voar e no momento da chegada Polícia Federal disse que tudo era apenas uma brincadeira, de acordo com a administração do aeroporto.

O aeroporto informou que houve um tumulto no terminal quando uma mulher estava fazendo o check-in antes de embarcar, e ao ser questionada em um procedimento padrão, sobre o que guardava na bolsa, ela disse que estava carregado uma bomba. No entanto, quando a Polícia Federal chegou ao local, a mulher disse que não era verdade o que tinha falado e que apenas tinha feito uma brincadeira.

Ela teria achado irônica a pergunta feita pela funcionária da empresa aérea. Mesmo assim a passageira teve a bolsa e revistada foi encaminhada para a sede da Polícia Federal em Campina Grande para prestar esclarecimentos.

O check-in, segundo a administração do aeroporto é um procedimento padrão internacional que tem como principal objetivo garantir a segurança dos passageiros. E durante o processo são feitas algumas perguntas sobre o que está sendo levado na bagagem, pois existem alguns materiais como armas e objetos cortantes, que não podem ser transportado em aviões.

G1 - PB

Siga o nosso blog no Twitter, tornar-se um fã no Facebook. Fique atualizado via RSS

Confira guia para não votar em corruptos nas eleições de 2014

A 40 dias de os brasileiros irem às urnas, milhares de candidatos estão de olho no seu voto, que vai definir os rumos de Minas Gerais e do país nos próximos quatros anos. O desafio é escolher quem merece recebê-lo entre os 11 postulantes a presidente, sete a governador, oito a senador, 695 a deputado federal e 1.198 a deputado estadual. No início do mês, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) fez um primeiro filtro e barrou 173 registros de candidaturas, quase 10% do total. As razões foram desde analfabetismo até candidatos fichas-sujas, motivo de 12 indeferimentos. O Estado de Minas conversou com especialistas e mostra como o eleitor pode escapar de corruptos, preguiçosos, oportunistas e malandros que continuam na disputa das eleições.

Na fuga contra maus políticos, a internet é a principal aliada. Vários sites reúnem informações sobre patrimônio, ficha criminal e histórico dos postulantes. No caso dos veteranos na carreira política, a consulta a portais das casas legislativas, tribunais e conselhos pode indicar se o candidato se revelou um bom ou mau ocupante do cargo (veja arte). O primeiro passo é consultar o portal do TRE-MG, de acordo com o juiz do foro eleitoral de Belo Horizonte Carlos Henrique Perpétuo Braga, diretor-executivo da Escola Judiciária Eleitoral.

A seção Divulgação de Candidaturas (DivulgaCand2014) concentra toda a documentação do postulante. “O eleitor pode consultar certidões e ver se o candidato não se envolveu em processos, se tem condenações por improbidade administrativa. Pode acontecer de encontrar alguma notação positiva”, explica Braga. “É o próprio eleitor quem deve questionar se votaria em um candidato com condenação em primeira instância e que está recorrendo”, afirma. A existência de candidatos com condenações em processos ocorre porque a Lei da Ficha Limpa, aplicada pela primeira vez em eleições gerais, só impede a candidatura de políticos condenados por órgãos colegiados, em segunda instância.

O procurador regional eleitoral de Minas Gerais, Patrick Salgado Martins, reforça que, no acompanhamento processual do perfil de cada candidato, o eleitor verifica como está seu registro. “Há várias situações em que impugnei a candidatura mas os registros, mesmo assim, foram deferidos. Estamos recorrendo das decisões”, afirma Martins. O juiz eleitoral Carlos Henrique Perpétuo Braga aconselha também que eleitores assistam aos debates, discutam sobre os candidatos com a família, amigos e colegas de trabalho e ainda consultem os sites dos partidos políticos. “É importante conhecer a trajetória e o estatuto dos partidos, saber com quem o partido do candidato está se aliando”, ensina.

Além de pesquisar a vida do candidato, o coordenador do comitê mineiro do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Anivaldo Matias de Souza, orienta eleitores a prestar atenção ao financiamento das campanhas, informação disponível no site do TRE-MG. “É preciso observar se o candidato está gastando muito dinheiro, quem o está financiando. O candidato pode querer beneficiar essas empresas”, afirma. Outro cuidado é não confiar em quem oferece benefícios em troca do voto. “Isso é crime, o eleitor tem que denunciar. Se o candidato age com essa (falta de) ética, imagine como não vai agir quando assumir”, diz Souza, reforçando que a fiscalização do cidadão ajuda a mudar o cenário político do país.

Sites e redes sociais contra armadilhas

O coordenador do Núcleo de Estudos Sócio-políticos da PUC Minas, Robson Sávio, atuante junto aos grupos de fé e política, alerta o eleitor a não se deixar levar pelas propagandas, que podem funcionar como “armadilhas muito bem arquitetadas”. Para fugir desse artifício, a dica é se armar de informação. O cientista político recomenda entrar nos sites do Legislativo e do Executivo, quando os candidatos já forem veteranos. “No campo legislativo, há tudo que um parlamentar fez ao longo do mandato. O eleitor deve se preocupar se o deputado cumpriu com suas funções. No campo executivo, é importante verificar quais foram os interesses prioritários (do gestor)”, aponta.

Seguir os candidatos nas redes sociais também pode ser uma ferramenta útil para o voto. “Elas se transformam em canais de debate, por meio das quais os eleitores podem questionar e buscar informação qualitativa”, afirma. A pesquisa tem que ser ainda mais cuidadosa nas candidaturas de primeira viagem. “Seria mais fácil se os partidos fossem mais criteriosos com quem põem em seus quadros”, afirma Sávio. Sem poder contar com isso, o cientista político diz que jogar o nome do candidato no Google pode ser uma alternativa. Usado com cuidado, o método é aprovado pelo procurador Patrick Salgado Martins. “Há inúmeras informações na internet, sendo possível fazer um apanhado das representações e denúncias contra a pessoa”, diz.


Fonte: EM

Siga o nosso blog no Twitter, tornar-se um fã no Facebook. Fique atualizado via RSS

Acidentes com moto somam 75% das indenizações do seguro obrigatório

O número de indenizações do seguro obrigatório de carros (DPVAT) subiu para 340.539 no primeiro semestre de 2014, o que representa uma alta de 14% ante o mesmo período do ano anterior, segundo informou nesta segunda-feira (25) a Líder, administradora do seguro no Brasil.

Deste total, acidentes com motocicletas significaram 75% dos pagamentos (256.387) e os com automóveis, 23% (67.906).

De acordo com a empresa, o número de mortes caiu 13%, mas o volume de indenizações por invalidez subiu 21% no mesmo período. O percentual de pagamentos por afastamento definitivo do trabalho é 76% do total (259.845).

Para o diretor-presidente da Líder-DPVAT, Ricardo Xavier, o aumento dos pagamentos é impulsionado por maior conhecimento dos brasileiros sobre seus direitos, e também pelo aumento no número de acidentes no país, principalmente de motos, que são 27% dos veículos da frota nacional.


Regiões e idade


Terceiro colocado no número de veículos, com apenas 16% do total, o Nordeste segue líder nos registros de acidentes indenizados pelo DPVAT no primeiro semestre, com 34%. O Sudeste, que tem quase metade da frota nacional, ficou em segundo lugar (26%), seguido por Sul (19%), Norte (11%) e Centro-Oeste (10%).Se analisadas apenas as indenizações por morte, o Sudeste lidera com 37%, enquanto o Nordeste aparece com 29%. Conforme a seguradora Líder, “a tendência é de maior letalidade em acidentes envolvendo automóveis”.

A maioria dos indenizados são homens (75%). Entre os que morreram ou ficaram inválidos por causa de acidentes de trânsito no primeiro semestre, 52% são jovens entre 18 e 34 anos, informou a empresa.


O que é DPVAT


O seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) cobre casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares (DAMS) por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país.

O recolhimento do seguro é anual e obrigatório para todos os proprietários de veículos. A data de vencimento é junto com a do IPVA, e o pagamento é requisito para o motorista obter o licenciamento anual do veículo.

O pagamento para beneficiários de vítimas fatais é de R$ 13.500. Nos casos de invalidez permanente, o pagamento pode chegar a R$ 13.500, de acordo com a gravidade das lesões. Já o reembolso hospitalar e médico pode chegar a R$ 2.700.

Vítimas e seus herdeiros (no caso de morte) têm um prazo de três anos após o acidente para dar entrada no seguro. Informações de como receber o DPVAT podem ser obtidas pelo telefone 0800-022-1204.

No ano passado, a rede de atendimento do DPVAT chegou a 7.757 pontos, com abrangência de 100% do território nacional. Em 2012, eram 4.783 postos.

Auto Esporte

Siga o nosso blog no Twitter, tornar-se um fã no Facebook. Fique atualizado via RSS